Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

sábado, 19 de março de 2016

Visita ao Chiquinho no abrigo de Descoberto



Encontro com o amigo Chiquinho que esbanjou alegria e recuperação

Estive em visita no abrigo da Associação Beneficente São Francisco de Assis, na cidade de Descoberto para ver a recuperação do são-joanense Francisco de Assis Costa, “o Chiquinho” de 37 anos, que desde o mês de setembro do ano passado é interno no local. Na chegada, um largo sorriso como boas vindas e imediatamente sentou-se na cama para os cumprimentos.


Chiquinho está recuperando de uma infecção generalizada na garganta desde 2014. O problema prejudicou o funcionamento de seu sistema digestivo, e isso fez com que ele não alimentasse, e assim perder mais de 40 quilos. Além disso, Chiquinho ficou com feridas por todo o corpo. No primeiro momento, Chiquinho foi internado no Hospital S. João e também em Juiz de Fora, teve alta naquela época e voltou para casa da família, de amigos e voltou a viver em sociedade.
A esteticista Tatiana Detoni e Chiquinho em setembro de 2015
Em 2015, Chiquinho voltou a piorar e desta vez além das infecções intestinais, dificuldade para falar, atrofias nas mãos e nas pernas, impossibilitando o rapaz de andar e pegar algum objeto. A partir daí com o quadro de Chiquinho piorando, uma campanha começou na “cidade Garbosa” para ajudar na parte financeira (cerca de 4 mil reais foram arrecadados) com doações em caixinhas no comércio e no calçadão, alimentos, remédios e fraldas geriátricas. 

Uma das organizadoras e líderes da campanha, a esteticista Tatiana Detoni foi quem acompanhou os exames de Chiquinho em São João Nepomuceno e Juiz de Fora. “Aquela campanha ajudou muito. O dinheiro está sendo usado para pagar exames, fisioterapias e as fraldas são sempre bem vindas, pois até hoje ele tem que usar, ainda não consegue andar”, explicou.

Veja mais:





  

Chiquinho é de uma família humilde da cidade e o seu quadro de saúde atualmente é melhor, ganhou peso, retornou o movimento das mãos e das pernas, mas ainda não consegue levantar; as feridas estão fechadas e já consegue alimentar bem e conversar. No abrigo, Chiquinho faz fisioterapia semanalmente e treina diariamente com uma bola para melhorar os movimentos das pernas e em breve, pela evolução deve voltar a ficar de pé e caminhar e confessou a nossa equipe a vontade de permanecer no local, mesmo melhorando.

Pelo Portal Fatos Net no qual também atuo na área do jornalismo fiz uma entrevista com o Chiquinho. Acompanhe o plantão:



O Abrigo

Abrigo de Descoberto (Assoc. Beneficente São Francisco de Assis)
O abrigo que Chiquinho está internado é o da Assoc. Beneficente São Francisco de Assis em Descoberto e funciona com 25 internos, localizado na parte alta da cidade, com um belo visual e arejado. Tem jardim, salão de festas, capelinha e sala de TV. O atual presidente é Leacir Paulino que junto ao enfermeiro-técnico responsável, Iridan Santiago recebeu nossa equipe para falar da realidade do local e de suas necessidades. “Estou na presidência por alguns meses e o abrigo está organizando suas documentações, pois precisamos angariar verbas municipais, estaduais e federais, e para isso os documentos devem estar em dia. Esse processo é demorado, mas estamos chegando lá. 

Márcio Sabones entrevista o enfermeiro-técnico Iridan e o presidente Leacir Paulino
De outro lado, o abrigo recebe doações da população como alimentos, fraldas, objetos, móveis, etc. Estamos construindo um novo refeitório e está quase pronto. Temos funcionários no abrigo para faxina, cozinha e enfermagem. Também recebemos voluntários como médicos, nutricionistas, etc, é assim que estamos funcionando”, explicou Leacir que encerrou; “os internos também colaboram com o que podem”.

Iridan disse do trabalho junto aos internos. “Estamos todos os dias com eles. Acompanhamos os medicamentos e conversamos. Temos uma alimentação boa com verduras e frutas de nossa horta, produtos fresquinhos”, comentou o enfermeiro que ainda falou do Chiquinho. “Lembro do Chiquinho lá no Hospital São João, fraco, depressivo e triste. Nesses meses aqui, a recuperação dele é muito boa e já é uma figura muito querida entre todos”. Os interessados em colaborar e fazer doações, contato com o Abrigo de Descoberto, no telefone (32) 3265 1192.

Por Márcio Sabones
(Matéria assinada por este jornalista na edição nº 5448 
de 12 de março de 2016 do jornal Voz de S. João) 
Fotos: Márcio Sabones e Fernando Motta

Nenhum comentário:

Postar um comentário