Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Horto Florestal de SJN poderá parar atividades

O Blog do Sabones disponibiliza para seus leitores, uma matéria assinada por este jornalista no Jornal Voz de S. João, edição nº 5471 de 20 a 26 de agosto de 2016. Matéria esta publicada na página 3 do semanário. 

Entrada do Horto Florestal de SJN (Foto: Andrea Veiga)


A redação da Voz de S. João recebeu essa semana, uma informação de que as atividades do Horto Florestal de São João Nepomuceno localizado no bairro São Cristovão corre o risco de paralisar. O Horto tem a administração do IEF (Instituto Estadual de Florestas), desde a doação do terreno pela Prefeitura, pelo então prefeito Antônio Cavaleiro, no final da década dos anos 70. 

Vanda do IEF
O motivo que pode finalizar as atividades tem como pivô, as aposentadorias dos dois únicos funcionários do local e a possibilidade do IEF não contratar novos profissionais. Em conversa com a analista ambiental do IEF-SJN, Vanda de Souza Leite, a explicação da situação. “O IEF não tem contratado funcionários para repor os que aposentam. Os funcionários, Sr. José Maria Gomes já pode se aposentar e o Sr. Renato de Souza, ainda este ano, também estará apto à aposentadoria. O Diretor Geral do IEF,  disse que pretende fazer contratação para os viveiros, mas nada oficial. Este problema está acontecendo em vários viveiros e agências do IEF. Na cidade de Guarani, no viveiro do IEF, contamos com a cessão de um servidor pela prefeitura do município”, explicou.

Nós procuramos a Prefeitura Municipal de São João Nepomuceno sobre um provável empréstimo de funcionários, assim como aconteceu em Guarani, mas fomos informados que a Administração tem que ver os valores e possibilidades para essa ação, pois é estadual. Segundo o gabinete municipal, talvez seria viável, o aperfeiçoamento às técnicas de cultivo por parte dos jovens do “Ação Jovem”, no qual teriam a oportunidade de aprenderem as técnicas dos coletivos (orientações). 

Vanda ainda afirmou para a nossa reportagem que um pedido de auxílio já foi feito frente ao Estado e também um aguarda uma provável colaboração da Prefeitura, e que já até elaboraram mudas para paisagismo das praças de São João.  Sobre a atual ocupação do horto florestal, a analista do IEF disse que a produção de mudas é baixa e que quando precisam, os técnicos buscam espécies no viveiro de Leopoldina, onde a produção é alta. A analista ainda disse do funcionamento do IEF na cidade. “Quanto à agência, atendemos 14 municípios na região e não tem previsão de fechamento, mas também enfrentamos problema com a mão de obra, sendo que a servidora administrativa, Maria Terezinha, aposentou-se em  janeiro de 2014 e ainda não houve contratação, atualmente, eu exerço todas as atividades da agência”, comentou Vanda. 

O ex-técnico florestal do IEF–SJN, o advogado Dr. Galvão Duarte alertou e lamentou a possibilidade de fechamento do Horto Florestal. Ele fez uma busca histórica da importância do Instituto na cidade. “Essa região da micro Zona da Mata mineira era tida na época (final dos anos 70 e início de 80), como uma área de grande incidência de desmatamento  ilegal,  bem como da caça predatória e contrabando de animais silvestres. Contudo demos início a um trabalho de conscientização ecológica nas escolas e com os produtores rurais, bem como uma fiscalização atuante, permanente, repressiva e coercitiva, juntamente com um parceria da Polícia Florestal Ambiental. Em pouco mais de cinco anos, nossa região recebeu o certificado de ser a região de menor índice de depredação ecológica da Zona da Mata”, lembrou Galvão que ainda citou outros feitos. “Com o Horto Florestal equipado, e os incentivos do Governo ativo nesta região, iniciou-se um programa de reflorestamento de essências nativas, exóticas e frutíferas. Implantou-se também um horto florestal na cidade de Guarani, bem como um parque municipal na cidade de Bicas. Foi executado ainda, a recuperação com levantamento topográfico e limitação de confrontantes, bem como a reestruturação de uma grande área destinada por lei a ser uma  Reserva Biológica, situada na região da comunidade da “Grama”, município de Descoberto, sendo tal área pertencente ao município de São João Nepomuceno. Destaca-se entre as atividades do IEF, a arborização e implantação de parques e jardins, bem como o tombamento, com projeto elaborado pela Câmara Municipal desta cidade, de duas árvores imune de cortes, árvores estas centenárias, sendo uma situada na Praça Daniel Sarmento (em frente a antiga Fábrica Santa Martha) e outra na Praça Sinfrônio Cardoso (em frente a Policia Militar)”, lembrou Galvão que esteve no órgão até o ano de 1990. 

Entretanto, o IEF segue com seus trabalhos e atividades na cidade. Uma delas será “A Semana Florestal” que acontecerá em setembro, na semana do dia 21. O Horto Florestal de SJN continua recebendo visitações, principalmente das escolas e fica aberto de segunda a sexta-feira, nos horários de 7h às 11h e de 12h às 16h. Já o escritório do IEF–SJN localizado na Rua Joaquim Murtinho, 67, Centro, atende no horário (segunda-feira) das 8h às 11h e de 13h às 17h e de terça à sexta-feira de 14h às 17h.

Por Márcio Sabones

Nenhum comentário:

Postar um comentário