Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Thiago Pável: O aluno que virou mestre

Jovem assume posto de seu sensei Josué Rocha na Academia Bushidô de Karatê em SJN
Atleta com muitos títulos pretende reacender passagens vitoriosas dos são-joanenses
O faixa preta de Karatê, Thiago Pável de 32 anos de idade, nascido em Juiz de Fora, mas que desde os 11 anos começou a praticar o esporte em São João Nepomuceno assume posto de sensei da Academia Bushidô de Karatê, onde foi aprendiz e aluno do conceituado mestre Josué Rocha, que desde os anos 90 trouxe a arte marcial, revelou diversos campeões e elevou o nome desta cidade, no mais alto lugar do pódio nacional.

Edson, Alexandra, Josué, Ionara, Maurício e Thiago


Em entrevista com Thiago, a informação que devido o seu sensei Josué assumir cargos importantes na SKIF Brasil (ShotokanKarateInternationalFederation), a entidade máxima no Brasil, não terá o tempo necessário e disponibilidade de dar aula. “Foi um pedido do próprio Josué para que eu possa continuar mantendo a qualidade do nosso karatê, treinar as equipes de competição e ser a ponte de ligação com as federações e escolas para que São João continue evoluindo. E principalmente, como técnico e atleta, alcançarmos os muitos objetivos que temos e um deles o de treinar a equipe para o Pan-Americano na Argentina ano que vem e reconquistar novos alunos, fazer São João acostumar novamente com as atividades do karatê. Quero mostrar que a cidade ainda tem um dos seus esportes mais vitoriosos”, explicou Thiago que ainda mostrou a nossa equipe os diversos troféus conquistados pela Academia e por ele.

Thiago dando aula para a promessa Lohayne
“A trajetória de conquistas da Academia começou em 1998, quando pela primeira vez conseguiu levar uma equipe completa para o Campeonato Mineiro (com atletas em todas as categorias). Antes disso, já tínhamos atletas medalhados, porém em poucas faixas de idade. Naquele ano, a academia com apenas três anos de existência ficou em 2º lugar no quadro de medalhas, desbancando grandes equipes de Minas com muito mais tempo de trabalho. Ainda conquistou o campeonato regional, vencendo 23 das 26 categorias. No ano seguinte, São João foi a base da seleção mineira no campeonato brasileiro em Goiânia, levando 8 atletas e trazendo 15 medalhas. Ainda em 99, foi bi-campeã regional. No ano 2000 repetiu o vice-campeonato mineiro e conquistou o tri-campeonato regional. Em 2001, com a ausência de grandes atletas ficamos em 3° lugar no mineiro. Até que em 2002, conquistamos finalmente o tão esperado título mineiro sediado aqui em São João. Este é considerado em termos de organização e quantidade de participantes, como o maior campeonato mineiro já realizado. Nesse ano, bati o recorde de modalidades disputadas em uma mesma competição, 8, e de medalhas conquistadas, seis. Foram três de ouro e três de prata. Depois disso, uma fase ruim para o karatê nacional e estadual, foram cinco anos numa escassez de novos atletas na academia e de competições, até que o sensei Josué migrou para outra escola, a SKI. Em 2007 conseguimos um feito incrível. Com apenas quatro atletas ficamos empatados com duas academias pelo 3° lugar no campeonato brasileiro,terminando em 4° lugar pelos critérios de desempate. Nesse brasileiro conquistamos nosso primeiro título de uma equipe adulta de kata formada por Leonardo Quina, Rafael Lobão e eu. A renovação foi acontecendo até que em 2011, conseguimos uma hegemonia no cenário nacional. Durante três anos fomos a melhor academia do Brasil, conquistando os títulos brasileiro de 2011 e 2013, a taça brasil de 2011, e o Grand Prix de 2013, e vários outros torneios”, explicou Thiago que ainda citou sobre o karatê da Bushidô no momento.

Campeão Brasileiro de 2007 com Leonardo Cunha e Rafael Lobão
“Também estou com uma turma no Botafogo FC. Estamos fazendo uma logística para disponibilizar praticamente todos os horários. Hoje temos 22 praticantes em atividade na academia. E 12 no Botafogo. Mas a associação estende para Descoberto com o professor Sérgio, os projetos nas cidades vizinhas com o Prof. Edson Mar e também em Bicas. Um número baixo se levarmos em conta sua historia. Estamos preparando os atletas para o Pan, nosso objetivo é levar 10 karatecas”. 

Entre os classificados está a pequena Lorrayne, de 12 anos e tema de uma matéria na página 7 deste semanário. Em 21 anos de Karatê, e 79 competições, Thiago coleciona 48 títulos como: sul-americano juvenil, brasileiro (3), brasileiro militares (3), mineiro (4), carioca (2), regionais adulto (11), regionais juvenil (2), taça inconfidência, interclubes, copa dos campeões (seletiva para o mundial), entre outros entre as categorias Kata e Kumite, por equipe e individuais, Fukugo e Em-bu. 

Lohayne treina para o Pan-Americano de 2017 na Argentina com Thaigo
Perguntamos ao professor o que representa o karatê em sua vida. “O princípio fundamental do Karatê é a formação do caráter, da inclusão social e desenvolvimento de bons valores. Com ele a pessoa tem habilidade do discernimento, da concentração e equilíbrio emocional. Na parte física é trabalhada como um todo, dando ao atleta coordenação motora ambidestra, noção e domínio de espaço, reflexos apurados, agilidades e ação e reação. Além de modelar de forma saudável. Por isso vou trabalhar além do esporte, para pessoas com diferentes objetivos. Turmas só para defesa pessoal, para atividade física, crossfit, turmas exclusivas para mulheres, enfim, farei o karatê ser adaptável ao aluno e não ao contrário”. 

Encerrando nossa entrevista, o sensei Thiago fez questão de lembrar de dois nomes, responsáveis pela formação dele como atleta e do sucesso do karatê são-joanense. “ Josué Rocha e Maurício Lacava que com esforços, conhecimento, competência e responsabilidade mantiveram vivo o nosso esporte e academia. Eu apenas estou continuando o trabalho deles, uma grande responsabilidade, porém nunca estive tão preparado”.
Sensei Josué Rocha a frente com os faixas pretas de sua academia

Márcio Sabones

(Matéria assinada por este jornalista no Jornal Voz de S. João,
edição nº 5484 de 19 de novembro de 2016)
Fotos: arquivo pessoal

Nenhum comentário:

Postar um comentário