Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Washington Reis é campeão da Batalha de Rap em SJN



Plateia vibrava com as rimas de Washington o campeão da noite (Foto: organização)

Uma turma com identidade e amor a causa. A turma da Batalha do Coronel, movimento que tem como objetivo levar a arte de rua para as pessoas com expressões artísticas e em especial o rap, estilo musical com origem norte-americana, no qual pessoas de situações menos favorecidas rimavam e trocavam palavras e ideias de suas realidades com a batida ritmista de beat box (sons com a boca e mãos) e até mesmo eletrônicos ousavam da criatividade e inteligência para interagir em vários assuntos, sejam protestos, humorísticos, entre outros invadiram a Praça Cel José Brás, no dia 29 de outubro, com dezenas de cantores que desafiavam uns aos outros para o delírio de centenas de pessoas que assistiam atentas e aplaudiam a cada refrão. 


Juventude compareceu na Praça Cel José Brás para Batalha de Rap (Foto: organização)
Depois de algumas horas, o grande vencedor da noite foi Washington Reis, “o Chitão”, também capoeirista, de 21 anos de idade que desbancou talentos. “Cara! Depois de um ano na peleja. Tentando um lugar ao Sol nas batalhas, enfim consegui vencer. Muito difícil, pois os competidores são bons e é preciso ser ágil no raciocínio, e mesmo assim não saímos da cultura. As palavras têm que se encaixarem uma com a outra nas rimas Tudo com respeito, responsabilidade e inspiração. Eu estava inspirado naquela noite e concentrado também, pois tem muita gente ao redor torcendo e gritando, e isso já me atrapalhou em edições anteriores. Uma vez cheguei a semifinal e desconcentrei por isso e fui eliminado, fiquei muito chateado na época. Mas agora fui na boa e consegui”, vibrava o campeão.

Washington Reis
A edição do fim de semana comemorou um ano da iniciativa do evento e a organização divulgou em uma rede social os agradecimentos. “Queremos parabenizar a todos os envolvidos e agradecer a família “Batalha do Coronel”. Foi um dia especial e contamos com a presença de geral! Muita energia positiva, mostrando que nós somos a resistência, nós somos o movimento! Enfim, a cultura já vive há um ano na nossa quebrada. Vamos comemorar e aproveitar ao máximo”. 

Ainda em conversa com Washington disse-nos de sua inspiração e início no rap. “Eu canto inspirado nos funkeiros antigos e porque gosto de rimar com as batidas do funk, e já estou há um ano rimando com o rap, com a turma da batalha, todo mundo gente boa”, finalizou. A batalha de rap também é um dos eventos relacionados ao Fórum da Música de São João Nepomuceno, assim como o Api! Rock Festival, Noise Eletrônico, entre outros.

Márcio Sabones

Nenhum comentário:

Postar um comentário