Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Zé Pereira leva milhares de foliões às ruas de Rio Novo



Tradição centenária abre o pré-carnaval da região e do Brasil (Foto: Jorge Lima)

Os rio-novenses têm o orgulho de apresentar e dizer que estão abrindo o pré-carnaval do Brasil com um bloco de rua. No último sábado (14), o primeiro desfile do Zé Pereira, ou melhor, um ensaio saiu nas ruas do centro da cidade da Zona da Mata mineira acompanhado de milhares de moradores e visitantes.


Bonecões, marchinhas, famílias, alegria e muito carnaval na cidade de 10 mil habitantes. Praça Prefeito Ronaldo Dutra Borges recebe grande público para ensaio. (Foto: Jorge Lima)
Estima que mais de quatro mil pessoas estavam no evento popular que tem início ao soar de uma sirene. Foliões entre crianças, jovens, adultos e idosos foram às ruas fantasiados, com abadás e alegria para receber o tradicional e centenário bloco do “Zé Pereira”, fundado em 1906, pelo português Germano Baltazar de Freitas, pai do estimado Sr. Juquita (José Vieira de Freitas) que foi mantenedor do bloco por 70 anos. “É a chegada do carnaval e somos os primeiros do Brasil a começar a brincar e cantar”, disse Jorge Lima cidadão rio-novense que cedeu-nos as fotos para esta reportagem e que falou também sobre o significado do bloco. “É vida. Somente o Zé Pereira pra unir o povo, sem que tenha política e nem religião no meio”. 

Ao som da tradicional banda de marchinhas da cidade e os bonecões, os foliões dançaram em ruas e na bela Praça “Prefeito Ronaldo Dutra Borges” rodeada de prédios antigos de arquitetura do séc. XIX. Um verdadeiro patrimônio, assim como o “Zé Pereira” pela sua história, tradição e irreverência, deste que é um dos mais antigos do país e que desde sua fundação somente deixou de sair propositalmente, em duas ocasiões: durante as duas guerras mundiais. 

Ensaio conta com diversas fantasias e bonecões
“Ao som da tradicional banda de marchinhas da cidade e os bonecões, os foliões dançaram em ruas e na bela Praça “Prefeito Ronaldo Dutra Borges” rodeada de prédios antigos de arquitetura do séc. XIX.”

O bloco é registrado como patrimônio imaterial de Rio Novo. Assim, com uma verba revertida ao Zé Pereira, a Prefeitura financia a contratação da banda que acompanha o Bloco, através do Fundo Municipal do Patrimônio Cultural. 

Os desfiles acontecem todos os sábados, até o Carnaval. A tradição do bloco é de desfilar sempre nos 40 dias que antecedem o carnaval. A organização do Zé Pereira agradeceu a população que agiu de maneira ordeira e nenhuma confusão foi registrada durante o trajeto na cidade e também faz questão de agradecer à Polícia Militar que trabalhou para a segurança dos foliões e o bem estar e encaminhamento do desfile.

Caricato, bonecões, marchinhas e organizado. Tem diretoria e o atual presidente é Rodolfo Freitas, de 28 anos, tataraneto do fundador do bloco e tem a missão de manter a tradição e a alegria do “Zé Pereira”. “Tenho  a honra de levar às ruas no carnaval um dos mais tradicionais eventos da região e antigos do país. É uma responsabilidade muito grande, é a tradição que vem passando de geração em geração além de um amor pelo Bloco. 

111 anos de história e tradição passada por gerações (Foto: Jorge Lima)
É com muito prazer que faço isso. Para nós que estamos por trás disso tudo é uma gratificação ver a alegria nos olhos das crianças, jovens, idosos, enfim todos os foliões que participam dessa grande festa”, disse o presidente Rodolfo. Os ensaios do Zé Pereira acontecem nos próximos três sábados antes do carnaval em Rio Novo, com concentração às 16h e saída às 18h na Avenida Getúlio Vargas com Franklin Procópio (antigo Canto do Sabiá).

Por Márcio Sabones
(Matéria assinada por este jornalista no Jornal Voz de S. João,
edição nº 5493 de 21 a 27 de janeiro de 2017)
Fotos: Jorge Lima

GALERIA DE FOTOS








 

 

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário