Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

2010 - Eleições Morninhas

Como se fosse um papo de fofoqueiras, o assunto da coluna é política. Falar de quem é melhor ou pior no cenário atual, fica difícil e estamos somente 6 dias das urnas. Por que tantos desânimos? Falta de opção? Será?



Desanimados e desinteressados, os eleitores refletem às campanhas dos candidatos à presidência da república. A primeira colocada Dilma Roussef (PT), mostra-se insegura quando o assunto é “ao vivo”, por exemplo nos debates. O tucano José Serra (PSDB), segundo lugar das pesquisas, faz campanhas apelativas, usando sensacionalismo contra a primeira colocada e cai em contradição ao falar mal de projetos que foram iniciados ou apoiados pelo partido nos últimos anos. Já a candidata Marina Silva (PV), terceira colocada na intenção de voto, faz uso de discursos repetitivos e não mostra soluções concretas para os diversos problemas encontrados no país.

“QUEM CONTA UM CONTO, GANHA UM PONTO”



No debate apresentado ontem (dia 26), Dilma não afirma ser favorita e Serra acredita que vai disputar segundo turno com a candidata do governo. Estas afirmações podem ser explicadas pelos últimos números das pesquisas a corrida da presidência.

A candidata à presidência pelo PT, Dilma Rousseff, continua na liderança pela corrida eleitoral, com 50% das intenções de voto, mas diminuiu sua diferença com relação aos demais candidatos, segundo pesquisa Ibope, divulgada nesta sexta-feira (24) no Jornal Nacional. De acordo com o levantamento, a vantagem, que era de 14 pontos percentuais, caiu para 9. A candidata petista oscilou um ponto percentual dentro da margem de erro em relação à última pesquisa Ibope, na qual tinha 51%.

O candidato tucano José Serra, adversário direto de Dilma, subiu 3 pontos percentuais e aparece com 28% da preferência do eleitorado. Em terceiro lugar, vem Marina Silva (PV) com 12%. A candidata verde oscilou um ponto dentro da margem de erro. Os outros candidatos somaram 1% dos votos. Brancos e nulos somam 5%, e 5% dos eleitores não sabem ou não quiseram responder. A margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.

Num possível cenário de segundo turno entre os candidatos Dilma e Serra, a petista também venceria com 54% e Serra alcançaria 32% da preferência do eleitorado. Brancos e nulos no segundo turno somam 7% e indecisos, 7%.
A pesquisa foi registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número 31689/2010. O levantamento foi realizado entre os dias 21 e 23 de setembro. O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 202 municípios.

O NORDESTE FARÁ DIFERENÇA E PODE ELEGER DILMA NO 1º TURNO


A análise da divisão regional do voto nas eleições presidenciais aponta que a possibilidade de Dilma Rousseff (PT) se eleger no primeiro turno se sustenta por conta da vantagem que a candidata do presidente Lula desfruta no Nordeste.

No Sudeste e Sul, a soma das intenções de voto de José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) é igual ou superior a de Dilma. E no Centro-Oeste, a candidata do presidente Lula tem uma vantagem de 2%, índice dentro da margem de erro admitida pelos institutos.

O Nordeste é a região onde os percentuais de Dilma Rousseff indicam vitória no primeiro turno. Levando-se em conta as médias das pesquisas Datafolha e Ibope, Dilma oscilou negativamente de 65,5% para 63,5%. Serra cresceu três pontos (17% para 20%) e Marina passou de 7% para 8,5%. Hoje, a soma dos percentuais de Serra e Marina totaliza 28,5% contra 63,5% de Dilma.

AQUELE CONSELHO

Sabemos que é difícil opinar por todos os eleitores, mas desejamos que brasileiros e brasileiras tenham consciência e saibam dar o seu voto. Não por ajudinhas como sacos de cimento, porque ele ou ela são bonitinhos e etc. Pesquise os candidatos que por ventura tenham a intenção de votar.A internet está com as informações necessárias.

Boas eleições para todos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário