Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

sábado, 3 de outubro de 2015

Estudantes de Psicologia levam teatro e brincadeiras à Pestalozzi de SJN



Teatro tirou risos e aplausos das crianças (foto: Márcio Sabones)

Na tarde dessa sexta-feira (02/10), crianças atendidas pela Sociedade Pestalozzi de São João Nepomuceno receberam uma grande surpresa. Uma peça de teatro que contava a história de “Chapeuzinho Vermelho”, interpretada por quatro estudantes do 1º período de Psicologia da Faculdade Estácio de Sá de Juiz de Fora. 

A iniciativa teve a são-joanense Natália Cabette, uma das estudantes que junto aos amigos Bruno Rocha, Natália Anairam e Lícia Oliveira tiraram risos e encantaram dezenas de crianças e professores com uma história um pouco diferente da que conhecemos.

Bruno Rocha (padre), Natália Cabette (Vovó), Natália Anairam (Chapeuzinho) e Lícia Oliveira (lobo) (foto: Márcio Sabones)
O texto original de Charles Perrault com a menina de capuz e capa vermelha que leva docinhos para a vovó do outro lado da floresta seguida pelo “lobo mau” foi modificado por um “lobo bom” que se apaixona pela vovó e no final casa-se com ela com muita festa e doces para a plateia. A mudança alegrou as crianças que aplaudiram e gostaram da novidade.

Depois da apresentação teatral, a distribuição de doces e pipocas, música e muita brincadeira. No som, a trilha sonora da novela Carrossel que era cantada por todos e até passinhos eram ensaiados entre as crianças. 

Brincadeiras como a dança da cadeira animou as crianças (foto: Márcio Sabones)
Natália Cabette que por outras ocasiões participou de ações na Petalozzi por conta de projetos do Colégio Apoio, onde estudou o Ensino Médio retornou, só que desta vez com um projeto diferente e junto aos amigos juiz-foranos. “Essa foi a nossa primeira apresentação e esperamos estender esse trabalho em novos projetos. Ainda não posso adiantar, mas penso em coisas boas para a Pestalozzi no futuro”, comentou Natália.

Assista o vídeo da apresentação da peça teatral 


Os benefícios de uma ação

A Pestalozzi de São Joao Nepomuceno que tem sede no bairro Três Marias abriu as portas para o Blog do Sabones e Voz de S. João, veículos representados por este jornalista. Em conversa com a diretora Orcilene Maria de Souza Martins, a oportunidade de conhecer um pouco mais deste local que atende 82 pessoas (crianças, jovens e adultos). São 46 anos de instalação na “Cidade Garbosa” e uma linda história de solidariedade, amor e respeito às diferenças.

Estudantes de psicologia interagiram com as crianças (foto: Márcio Sabones)
O projeto desses estudantes de psicologia levou alegria, interatividade e energia ao local, pois além do teatro, todos dançaram, brincaram e até mesmo demonstraram o quanto é importante que artistas ou qualquer outro profissional possa participar das ações da Pestalozzi. 

É a oportunidade de estar próximo delas e perceber como pensam e agem. O teatro, por exemplo, a arte da qual também tenho o prazer de praticar e que tem um importante elemento de diversão e interatividade é transformador, sem dúvida.

Alegria das crianças emcionaram a todos (foto: Márcio Sabones)
Neste espetáculo pude observar a atenção das crianças que estiveram atentas a cada passagem da peça. O surpreendente casamento do “lobo bom” e a Vovó foi um elemento que causou uma reação de espanto, mas de risos e alegria no fim da peça. E o melhor foi ouvir o questionamento das crianças: - “Por que o lobo era bom?”

Uma ação que tiro a licença de um texto em primeira pessoa para parabenizar a Natália Cabette, Bruno Rocha, Natália Anairam e Lícia Oliveira pelo lindo ato de trazer alegria para quem é especial e também a professora e amiga Ângela Ayupe que esteve junto para apoiar e dar todo o suporte necessário. A toda direção, professores e funcionários da Pestalozzi os meus aplausos. Dizer também da alegria de ter participado com minha voz na narração da história. Foi divertido e emocionante e que Deus abençoe seus passos.

Uma dica: A você artista, dessa área tão notável que tem como essência a emoção. Leva seu talento até essas crianças na Pestalozzi. Um toque de violão, uma oficina de pintura, teatro, dança, enfim, algo que vai balançar os corações de nossos pequenos especiais e que fará sua alma brilhar de tanta alegria. Entre em contato com a Pestalozzi (32) 3261 1198.

por Márcio Sabones 

Veja mais fotos do evento



























Nenhum comentário:

Postar um comentário