Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Sucesso na 4º edição do Fest D'oro

Ele está de volta. Depois de três anos, o Festival de Música da “cidade Garbosa” voltou e sua quarta edição no The Pub (antiga Cantina Pizza D’oro), sábado (dia 13/11), ficou marcada pelos talentosos músicos, as várias emoções e surpreendentes canções.

Logo no início, o organizador do evento e dono da casa Fernando Motta, fez um emocionado discurso, falando da trajetória do Fest D’oro, desde sua primeira edição (2005) e de suas dificuldades. Lembrou da importância de arrecadar fundos para a execução do Festival, por meio de projetos e parcerias privadas. Fernando deixa claro que ter o apoio do órgão público é importante, mas de maneira alguma deve ser o único.

A homenagem

Em seguida, uma merecida homenagem a Luis Quirino de Freitas, “o showman”, que por anos tem feito de nossas noites uma deliciosa seresta. Quirino é filho de nossa terra e é muito conhecido pelas performances nos boleros, forrós, samba, entre outros estilos. Emocionado, o senhor de 73 anos de idade recebeu o trófeu que o homegeava e com lágrimas nos olhos cantou “Emoções” de Roberto Carlos, acompanhado pelo excelente músico Ronaldo Magg.


Na foto, o organizador Fernando Motta e o homenageado Luis Quirino de Freitas

“...antes mesmo de muitos concorrentes da Fest D’oro nascer, Quirino já brilhava nos palcos...” – Fernando Motta. Aplaudido de pé pela platéia do Fest D’oro e pela linda homenagem, Quirino teve o reconhecimento de todos os anos dedicados à música. Era visível sua emoção até o fim do evento.

O julgamento e as canções

Com oito canções concorrendo o 4º Fest D’oro, o corpo de jurados formado por João Carlos Rabello – jurado em todas as edições e amante da música, Cleverson Cabral – músico, cantor, compositor e melhor intérprete em 2006, Márcio Sabones – jornalista, ator e cantor, João Carlos Santana – jornalista, cantor e compositor e Emerson (Transamérica) – radialista e amante da música tiveram de julgar letra, música e interpretação. A canção que atingir a maior soma é a vencedora. Além do 1º lugar, o segundo e terceiro da soma geral recebem troféu, tal como o melhor intérprete.

Os concorrentes ao cobiçado trófeu do 4º Fest D’oro foram:

- Pequeno Universo
Música, Letra e Interpretação: Edy Nascimento

- Victória
Música, Letra e Interpretação: Thiago Pável

- Café da manhã capitalista
Música, Letra e Interpretação: Badó/Lanini

- Quando eu te conheci
Música, Letra e Interpretação: Ronaldo Magg

- Mar de Sonhos
Música, Letra e Interpretação:Edy Nascimento

- Herança Lusitana
Música, Letra e Interpretação: Paulo Cri

- Xote do Desconcerto
Música e Letra: Lucas Soares e Kadú Mauad
Interpretação: Kadú Mauad

- Mundo Encantado
Música e Letra: Thiago Pável
Interpretação: Banda The Grau

- A canção Pra Você (letra e música Gabriela Corrêa e interpretação Val Dornelas) justificou sua ausência por motivos de outros compromissos de última hora.

A espera e o resultado

Enquanto todos aguardavam o resultado, o palco ficou livre para eventuais “palinhas” dos músicos ali presentes. Cleverson Cabral e Márcio Sabones formaram dupla e cantaram suas paródias no palco do Festival. Dentre as canções “Como é grande o tesourão do Anisinho” e “Antigões”. Sabones incorporou Tim Maia e fez um pequeno pout-purri do sindico.

Depois das brincadeiras, enfim o resultado. O apresentador André Manzo que por todo o instante conduziu muito bem o evento, chamou ao palco personalidades e autoridades sãojoanenses para as entregas das premiações.

O presidente da Câmara Municipal de São João Nepomuceno, Sr Sebastião Barbosa que também é músico, entregou o prêmio de melhor intérprete para Kadú Mauad na canção Xote do Desconcerto. Ele atingiu 47,6 pts dos 50 pts possíveis; três décimos a frente do segundo colocado.

A cabeleireira Márcia Reis, patrocinadora do evento, entregou nas mãos de Thiago Pável o troféu de 3º colocado pela canção Victória – atingindo 136,9 pts dos 150 pts possíveis.

O proprietário do Oppera Stúdio, Ângelo, fez a entrega do troféu para o 2º colocado. Kadú Mauad com a canção Xote do Desconcerto que somou 143,3 pts. Kadú foi vencedor das duas primeiras edições (2005 e 2006) e 2º colocado em 2007 e agora em 2010.

O grande vencedor recebeu das mãos de Fernando Motta (organizador) e Isaías Sporch de Freitas (proprietário da Rádio Difusora e Sporch Freitas Construções) o troféu do 4º Fest D’oro, que após três anos retorna a agenda cultural da cidade. Com a canção “Herança Lusitana”, o grande vencedor foi Paulo Cri com 145,0 pts. Ele é o concorrente mais experiente desta edição, que por anos tem a música presente em sua vida.


Paulo Cri, Kadú Mauad e Thiago Pável (vencedores da noite)

Em seu discurso, Paulinho exaltou o evento e revelou emocionado a felicidade de participar de um evento com tantos jovens talentosos. Embasado em suas experiências vivênciais deixou seu recado: - “Isso não pode parar! Vamos apoiar a música, a arte, a cultura!” Paulo Cri, famoso Cricri, é um dos grandes mestres da música em nossa cidade. O próprio Kadú revelou que tomou lições de violão com ele na infância, assim como Emmerson Nogueira e muitos músicos em São João.


Comentário final

O que dizer? Seria Fênix ressurgindo das cinzas?

De certo presenciamos o renascimento de um evento que nunca devia ter parado. Um festival de música. Canções próprias. Inéditas. Surpreendentes. Declarações, sentimentos e poesias cantadas por nossa gente; e tudo aqui no cantinho das Minas Gerais. Adolescentes, jovens, adultos e experientes senhoras e senhores da música. Tanto talento junto. É pra colocar inveja em muitas cidades.

Estaremos sempre navegando a favor dessa maré. Um raro prazer de emoções. Trabalhos exclusivos e especialmente preparados para nos apresentar. Isso sim vale a pena conferir e apoiar. É nossa identidade ao vivo naquele palco improvisado. Não falamos de um bate tambor eletrônico americano ou alemão. Um requebra carioca ou um “mela cueca” paulista. É o som de São João. Esse que precisa viver e ter mais espaço na cidade.

Parabéns Fernando Motta e toda sua equipe, o Festival foi maravilhoso. Aos músicos o nosso muito obrigado por caprichar em suas canções. O que fizeram foi lindo. Aos jurados, congratulações pela sensibilidade e coragem de julgar. A platéia um grande e carinhoso abraço pelo comportamento e atenção dada a cada um. Aos patrocinadores por acreditar. A Deus, por doar gotas de talento a cada participante e pela bela noite daquele sábado.

Mais informações no site www.sjonline.com.br

7 comentários:

  1. Marcelo Carvalho
    Juiz de Fora MG


    Muito bom o seu texto Sabones. Confirmo apoio qdo vc diz q devemos manter vivo a chama cultural em nossas cidades.
    Parabéns ao Paulinho Cricri pela conquista!
    Abração

    ResponderExcluir
  2. Olha só que imagem importante pra mim. sair no seu blog ao lado desses 2 grandes compositores e musicos, pessoas que me ensinaram e continuam me ensinando a fazer o grande prazer da minha vida que criar, compor musicas e poesias. To me sentindo muito honrado por isso e agradeço demais ao Fernando por manter a ideia do festival e assim dar oportunidade a um compositor novo que não busca nada alem de aprendizado. No mais meu caro amigo Marcio, você disse tudo no seu texto. parabens pelo blog, ta otimo, abraço

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Thiago e Marcelo.
    A presença de vcs em meu blog é sempre bem vinda.
    A cultura deve permanecer viva. O que ficou vivo em minha mente foi essa troca de valores em várias gerações no palco. Os vovôs e os meninos fazendo um som ímpar, de gente grande.
    Até o ano que vem, pq a ideia é ser música e poesia, ainda melhor...

    ResponderExcluir
  4. Amigo Sabones,quero deixar registrados os meus cumprimentos ao Fernando Mota,organizador deste importante evento musical;aos talentosos musicos que participaram;aos jurados,ao público que compareceu e a você,meu caro,por mais uma excelente matéria cultural.Como eu gostaria de ter estado lá!...Quem sabe na próxima edição do já famoso Fest D'oro?

    ResponderExcluir
  5. Opa! Agradeço suas palavras meu amigo.
    Com certeza, sua presença na edição de 2011 será aguardada...rsrsrs...
    abrços

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Em um dos pentes-finos que passo pela rede, caí no seu blog, surpreso em ver a matéria. Nunca é demais uma massagenzinha no ego, embora tenha convicta noção de que é apenas um tomar a fresca para continuar a luta de cada segundo. Fico feliz, muito feliz, por constatar em seu texto, que, em San Juan de Nepopó City, a minha geração continua, junto a gerações pregressas e progressas, militante no que quer quer seja para o Bem Comum. Acho que o caminho sempre foi por aí mesmo. Fazer-se bem para conseguir ascensão no amor pleno. No que aí deixo muita coisa implícita.

    Valeu, Sabones, por toda alegria. Saravá!
    Dê um abraço no Quirino.

    ResponderExcluir