Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

domingo, 20 de março de 2016

Bandas de SJN concorrem vagas para o EDP Live Bands 2016



O Blog do Sabones disponibliza uma matéria especial assinada por este jornalista sobre música. A divulgação de três bandas são-joanenses que concorrem a vagas para a semifinal do Festival EDP Live 2016.
Foto da final do EDP Live 2015

Um dos maiores festivais europeu de música pode receber bandas de São João Nepomuceno. Para que isso aconteça, os músicos são-joanenses da Doisó, Edy Nascimento & banda e Pedra Relógio inscritas entre centenas de bandas de todo o Brasil no estilo Pop/Rock estão numa votação pela internet, no site www.edplivebands.edp.com.br para conquistar suas vagas entre as classificadas para a semifinal da primeira edição brasileira do festival com uma etapa em São Paulo e depois para o NOS Alive em Portugal.

Doisó, Edy Nascimento e Pedra Relógio representam a cena Pop/Rock são-joanense
A votação acontece até o dia 1º de abril e para votar, os internautas apenas precisam estar conectados a um dos perfis nas redes sociais ou criar uma conta através de seu e-mail. Depois disso, entre as bandas inscritas serão selecionadas 36 para a semifinal; sendo 10 delas escolhidas através de votação no site do concurso e, as restantes serão por escolha direta do júri, tendo em conta a apreciação da originalidade, qualidade técnica e musical, conforme informações da organização do evento que pela primeira vez vem buscar e conhecer o som autoral brasileiro.

A semifinal acontecerá em São Paulo no mês de junho e aí a escolha para a representante “tupiniquim” que levará seu som para o velho continente em julho, para o NOS Alive, além de gravar junto com a banda vencedora da edição Portuguesa um master de um CD, produzido pela Sony Music Entertainment Ltda. As inscrições de bandas acontecem até o dia 22 de março.

_________________________

DOISÓ – “Isabella”

A música de composição de Thiago Pável que é também vocalista, guitarrista e violonista da banda está nas eliminatórias com o tema que conta a história de milhares de mulheres que sofrem com a violência doméstica, nas ruas e no preconceito de uma sociedade que ainda peca pelas doses de machismo; e também a falta de respeito e violência contra as crianças. “Na verdade é um grito contra violência. Especialmente a violência contra as mulheres e as crianças. Na letra vários casos como Isabella Nardone, João Hélio, João Pedro, Eloá, Carlinhos...todos vítima de uma violência brutal”, explicou Thiago.

Banda Doisó
O som é o Pop/Rock, estilo adotado pela banda que há pouco mais de um ano foi formada pelos músicos Thiago Pável de 30 anos e Alício Alves (guitarra e vocais) de 20 anos de idade. O projeto foi reformulando uma banda e teve o reforço do baterista David Ricci (28), o baixista Caio Mendonça (28) e do tecladista Marcelo Xavier (28). “Fomos incentivados pela grande produção do Fórum da Música de São João Nepomuceno”, comentou Thiago. 

O Fórum da Música é uma união da cena musical são-joanense tanto no rock, MPB, Blues, Pop, eletrônica e demais estilos que desde sua fundação, há mais ou menos dois anos vem realizando eventos independentes na cidade com o apoio da Fundação Cultural e parceiros. Exemplos o Festival API e as diversas edições do NOISE. As bandas são-joanenses que estão participando desta eliminatória são colaboradoras e também idealizadoras para a formação deste Fórum, assim como outras da cidade.

Thiago disse da importância de participar desta eliminatória a nível nacional e comenta de suas influências musicais. “Nosso objetivo é levar nossas músicas autorais, nossa verdade ao maior número de pessoas possíveis. Por isso, investimos e damos ênfase mais ao nosso material próprio. Tentamos fazer um som diferente, novo. Viemos da linha das bandas dos anos 80 e 90. Bandas que tem o conteúdo temático social, político e canções de amor. Com características de poesias bem elaboradas, como o Engenheiros do Hawai, Paralamas do Sucesso, Capital Inicial, etc”.

 Música Isabella - Doisó

No momento, além de participar da eliminatória do EDP Live Bands 2016, a Doisó está gravando seu primeiro EP “Sobre os passos” que vai contar com oito músicas autorais e a produção de Aldo Torres. 



_________________________ 


Edy Nascimento & banda – “Tudo me faz lembrar”

A composição é do vocalista e guitarrista que dá o nome a banda. Com 38 anos de idade e há 14 anos na música, Edy tem o dom de escrever, compor e interpretar músicas autorais e também da música brasileira. A canção “Tudo me faz lembrar” fala de amor, conquistas e lembranças de alguém especial.

Edy Nascimento & banda
Em conversa com a nossa equipe, Edy disse que as influências da banda são do Pop/Rock Nacional como Capital Inicial, Paralamas do Sucesso, Biquíni Cavadão, o Rappa dentre outros para a escolha do repertório. “Eu gosto de escutar de tudo, porque ajuda nesse lance de composição”, explicou.

Na banda: Ricardo Alexandre, baixista; Diogo Carias, guitarrista; Marcelo Xavier, tecladista; Aldo Torres, no violão de aço e David Ricci, baterista. A banda são-joanense já tem um bom currículo em festivais, pois foi um dos destaques do 8º FEMPEQ (Festival Nacional de Música de Pequeri) em 2014 quando foi a 2ª colocada geral e revelação do evento que contou com mais de 250 inscrições. Na ocasião, a música “Zé Brasileiro”, outra composição de Edy Nascimento foi reverenciada e aplaudida pelos artistas e a plateia que marcaram presença no evento edição Caymmi 100 anos. 

Música: Tudo me faz lembrar - Edy Nascimento

Edy comentou que novidades estão chegando por aí, outros festivais e músicas, mas que ainda não pode revelar e em breve a população ficará por dentro de tudo. 



_________________________  


Pedra Relógio – “Vira-lata”

A canção inscrita pela banda no festival é uma composição do vocalista e guitarrista Marcelo Furtado de 29 anos e do guitarrista Eduardo Goulart de 24 anos. Em conversa com o vocalista disse que a música traz uma mensagem de força e motivação. “Seguir firme no que você acredita, independente da fase em que vivemos porque a cada novo movimento as possibilidades se renovam. Vira-lata (na música) seria um estado de espírito, encarar de frente as situações e não se abalar quando algo sai do caminho. Um passo novo, sempre para frente!”, explicou.

Banda Pedra Relógio
Além de Marcelo e Eduardo, a banda que tem formação há quase um ano conta com os músicos: Diogo Lanini, baixista de 25 anos e Vitor “Brow”, baterista de 29 anos. A ideia de montar a banda já era antiga, cerca de uns seis anos e Marcelo comentou que o estilo de rock alternativo da banda tem como referências o som de bandas como Pixies, Queens of the Stone age e Arctic Monkeys, mas a banda gira em torno das músicas próprias, e tem músicas de muitos estilos diferentes como Trip-Hop ou Ska.

Música: Vira-lata - Pedra Relógio

Ao falar da cena musical de São João Nepomuceno, o vocalista elogiou os diversos músicos de vários estilos na cidade. “Tem muita gente boa no meio, São João é uma cidade cheia de talentos, mas infelizmente pequena em espaços”, finalizou. 

Por Márcio Sabones

Fotos: Divulgação das bandas

Nenhum comentário:

Postar um comentário