Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

sábado, 30 de abril de 2016

Turmas de 1974 do Tiro de Guerra promovem encontro

O sargento já reformado, Matilde fez instrução para os atiradores
Na tarde do dia 23, os ex-atiradores do Tiro de Guerra de São João Nepomuceno, na época TG 0151, turmas de 1974, organizaram um encontro entre eles e a atual turma de militares do agora TG 04-023, no sítio da Dessan.


Os sexagenários e os jovens militares estiveram na 4ª edição do Encontro dos Atiradores de 1974, em homenagem ao Exército Brasileiro, a bandeira nacional, a Pátria, aos pracinhas brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira), atuantes na 2ª Guerra Mundial e de 13 companheiros de Tiro de Guerra das turmas de 1974 já falecidos.

Turma de 1974
Turma de 2016
Entre os convidados, o chefe de instrução do Tiro de Guerra em 1974, o Sargento José Carlos Matilde dos Reis e o atual chefe de instrução do TG, Sargento Enéias Ribeiro Macedo e o seu antecessor, o subtenente Carlos Lima. As duas turmas de atiradores promoveram demonstrações de ordem unida numa área descampada do sítio, no comando dos sargentos e os respectivos cabos. Ao término das homenagens e das apresentações, um delicioso almoço foi servido para os convidados, e a música ao vivo ficou por conta dos irmãos Ramiro.

A ideia de realizar o encontro veio de três ex-atiradores: Vicente Dessupoio, Cleto Varotto e Dinho “Embaúba”. Foram duas turmas em 1974. A primeira com 40 atiradores e a segunda com 32. O anfitrião Vicente, era o soldado 39 da 1ª turma, e depois promovido a cabo, sendo assim, participado das duas turmas daquele ano, pois na segunda, auxiliou o Sgt. Matilde. Vicente explicou que a 1ª edição do encontro aconteceu somente com a primeira turma de 1974, e a partir da 2ª edição, com as duas turmas.

O ex-cabo, Vicente Dessupoio, e organizador do encontro com o Sgt. Matilde
Em entrevista, o organizador disse do prazer de promover o evento. “É muito bom promover esta festa. Como disse o sargento Matilde, o encontro serve para fortalecer o vínculo de amizade dos “irmãos de arma”. Esperamos que este exemplo, sirva para a nossa comunidade, onde as pessoas possam se respeitar e conviver em harmonia, assim como no Brasil, que passa por um momento tão difícil e de descrédito”. Sobre uma próxima edição do encontro, Vicente informou que pode acontecer daqui a uns três anos.

Na foto: turma de 1974 e os sargentos Matilde e Macedo do Tiro de Guerra de
São João Nepomuceno MG
Também conversamos com o chefe de instrução do Tiro de Guerra 04-023, Sargento Macedo que destacou a participação dos jovens soldados. “Esse encontro foi muito importante para os nossos atiradores. Eles tiveram a oportunidade de trocar experiências com a turma de 1974, e ali perceberam as diferenças das épocas, como as coisas aconteciam antes, em comparação com a realidade atual. Percebemos o quanto essa passagem pelo Exército é importante e o quanto contribui para a vida das pessoas. Os atiradores observaram e depois conversamos sobre o que aconteceu aqui no TG, sobre a amizade e a camaradagem entre os mais experientes, e por quanto tempo eles são unidos”. O sargento ainda observou que o objetivo do Exército é estar sempre próximo à sociedade brasileira, e que a instituição goza de credibilidade na população, pois nela são depositados os seus anseios, como o patriotismo e a disciplina, por exemplo.

Por Márcio Sabones
(Matéria assinada por este jornalista no jornal Voz de S. João, 
edição nº 5455 de 30 de abril de 2016)

Fotos: Portal Fatos Net

Nenhum comentário:

Postar um comentário