Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

domingo, 16 de abril de 2017

“Queima do Judas” na Rua Nova



Boneco vira mistério e identidade não é revelada

A Rua Comendador José Soares, a conhecida “Rua Nova” do centro de São João Nepomuceno e sempre participava das comemorações da cidade voltou a promover a tradicional “queima do Judas”, ao meio dia do sábado de aleluia, nesse ano com a data em 15 de abril. 

Depois de alguns anos sem promover o evento na rua, moradores e frequentadores dos bares do “Alex” e do “Marquinhos” esquematizaram e montaram um boneco, que às 6h da manhã daquele dia já estava em uma cadeira, na sombra de uma árvore, em frente aos bares. 

Moradores retornam com a tradição do sábado de aleluia
Brincadeiras, chacotas e desconfianças a parte, as pessoas passavam próximo ao “Judas” e curiosas perguntavam quem a figura representava. “Quem é? Quem será?” O clima de mistério no ar, e sem a resposta definitiva de quem poderia ser, as pessoas começavam a encontrar traços de alguns moradores como: Afrânio Furtado, Mário da Caixa, Antônio Furtado, Sr. Manoel (pai do Alex), o professor de matemática Alfredo Mattos e o Guilherme (marido da Evanise Rezende). 

Desta forma, o mistério continuou, e ficou ainda mais engraçado, pois se analisar, o boneco tinha um pouco dos traços de cada pessoa mencionada na lista. O que se sabe é que com os fogos da queima, com dezenas de tiros de bombinhas (colocados no enchimento do Judas) estouraram o mistério que virou fumaça e uma dúvida incômoda. Afinal, o povo quer saber: “Quem era o Judas da Rua Nova?”. 

Por Márcio Sabones
Fotos e vídeo: Márcio Sabones 



GALERIA DE FOTOS









Nenhum comentário:

Postar um comentário