Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

terça-feira, 2 de maio de 2017

Projeto Social de Escola de Samba Paulistana agracia Asilo com cadeira de rodas

SJN juntou 170 garrafas pet lotadas de lacres de latinha em campanha (Foto: Márcio Sabones)

A determinação, a solidariedade e a coragem da iniciativa do homem chamado José Maria Pereira da Silva, de 52 anos de idade, natural de Juazeiro do Norte (CE) que vive na cidade de São Paulo (SP), onde é coordenador da área social do Grêmio Recreativo de Escola de Samba Dragões da Real faz com que cadeiras de rodas sejam doadas para instituições em São Paulo e agora, pela primeira vez, fora do Estado em São João Nepomuceno. 

Desde 2012, José Maria é conhecido na capital paulista e principalmente no meio carnavalesco como “o catador de lacres de latinha”, ou como ele gosta de chamar de orelhinhas. O objetivo de captar os lacres é chegar num montante no qual ele possa vender para empresas de reciclagem e arrecadar dinheiro suficiente para compra de cadeira de rodas.
José |Maria é idealizador da campanha
Em 2015, uma reportagem do Bom Dia São Paulo, na Rede Globo mostrou o feito. Uma nova personagem entra nesta história, Rita de Cássia Henriques Knop, paulistana, filha de são-joanenses, do sr. Bebeto Knop e de dona Maria Aparecida Henriques, neta de Anísio Henriques e Luizinho Knop. Ela de imediato ligou para a mãe Cidinha e contou o que havia assistido na TV e dali iniciou em São João Nepomuceno a coleta dos lacres para entrega-lo. 

Rita em São Paulo foi a Escola de Samba e conheceu José Maria, e no primeiro ano de campanha, ainda tímida na “cidade Garbosa” conseguiram recolher 70 garrafas pet, lotadas de lacre. Em conversa com José Maria que esteve no Lar Ambrosina de Mattos (Asilo) para a entrega da cadeira de rodas, a informação de que para encher uma garrafa pet de 2 litros são necessários cerca de 2500 lacres e para conseguir a compra de uma cadeira o montante de 140 garrafas, ou seja, cerca de 350 mil lacres. 

No primeiro ano de campanha, dona Cidinha com ajuda de dona Maria do Matadouro, e outras pessoas conseguiram a metade do objetivo; e em 2016, com outros colaboradores como bares, mercados, instituições atingiram outras 100 garrafas pets, assim somando os dois anos de arrecadação superior ao objetivo.
Desta forma, no último sábado (29), o Lar Ambrosina de Mattos estava em festa para a entrega da cadeira de rodas e todos estavam admirados pelo projeto e a vontade de dona Cidinha e sua equipe. “Esta é a 13ª cadeira que entregamos, e a primeira fora de São Paulo. Incrível como uma cidade tão longe da gente e pequena pode conseguir estar tão perto, e rapidamente conseguir a meta. Devo dizer que este projeto de arrecadar os lacres, ou melhor, as orelhinhas, que tem como slogan da campanha a “puxadinha de orelha”, as pessoas adoram (risos). surgiu pelo Departamento Social do São Paulo Futebol Clube e levado para a quadra da Escola de Samba, e hoje recebemos doações das orelhinhas”, explicou José Maria.

No dia da entrega da cadeira de rodas, uma festa foi organizada no Asilo de São João Nepomuceno para recepcionar os visitantes (Foto: Márcio Sabones)
A presidente do Lar Ambrosina de Mattos, Terezinha de Castro Carmo “Teteca” e o marido Luiz Henrique agradeceram a doação da cadeira e também elogiaram o projeto, no qual o Asilo estará abraçando a causa.

“É uma linda iniciativa e pode ter a certeza que é um ponta pé para uma campanha que vamos aderir, com certeza. Vamos juntar forças e colher lacres, ops... as orelhinhas (risos). Confesso que não conhecia a campanha e estou emocionada com isso”, comentou Teteca. 

Em seguida, dona Maria do Matadouro entregou sete garrafas pet lotadas de lacres, já somando outros pontos para São João Nepomuceno. José Maria, Rita, o marido Sérgio, dona Cidinha e convidados conheceram o Asilo, conversaram, dançaram um forró na feliz e divertida tarde de solidariedade e surpresas. Os interessados em participar da campanha de recolhimento de lacres (orelhinhas) podem entregar no Asilo, dona Cidinha e na Rádio Difusora.

Por Márcio Sabones
(Matéria assinada por este jornalista no jornal
Voz de S. João, edição nº 5508)
Fotos: Márcio Sabones
GALERIA DE FOTOS


























Nenhum comentário:

Postar um comentário