Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

segunda-feira, 1 de maio de 2017

SENAR leva curso de Turismo Rural para Taruaçu



Capacitação de moradores da Zona Rural para atender e receber demandas turísticas (Foto: Luciana Duque)
O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) trouxe na última semana ao distrito de Taruaçu, o curso de Turismo Rural com a jornalista e turismóloga, da cidade de Montes Claros, Gal Bernardo. 

Entre os participantes, os produtores rurais de Taruaçu, demais distritos, representantes da ARTECA (Associação de Artesãos, Artistas e Produtores Caseiros de SJN), Igreja Católica e proprietários de pontos turísticos da cidade. 

O objetivo é orientar, informar e produzir alternativas de turismo na zona rural, e segundo a palestrante do SENAR, a cidade possui um potencial para o turismo rural com sua natureza (cachoeiras, trilhas, serras), produção de aguardente e visitações aos alambiques, produção agrícola e pecuária. 

Desta forma, os participantes estiveram alinhados com o pensamento de produzir um roteiro regional, no qual um turista pudesse desfrutar de um bom passeio, negócios, hospedagem e satisfação com a visita, assim como os produtores, empresários e a comunidade. Em conversa com Luciana Duque, natural de Taruaçu, participante do curso a informação de um encontro produtivo. “Um curso muito bom, rico de informações e que vai nos ajudar bastante. Quero fazer parte do roteiro do turismo rural. Estamos aprendendo a valorizar a riqueza de recursos naturais que temos e tirar proveito disso respeitando a natureza”, comentou.

Fotografia destaca a Igreja Nossa Senhora das Dores do distrito de Taruaçu entre as serras e natureza mineira (Foto: Tayna Ferreira - Concurso Vi São João 2017)
O distrito de Taruaçu tem sido estudado e analisado por professores da Faculdade de Turismo da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), da SAMATUR (Secretaria Agricultura, Meio Ambiente e Turismo) para possibilidade de implantação de uma estrutura que possa atender uma demanda turística. 

Veja mais:
 


No local, a conservação de diversos prédios antigos, a religiosidade (fundação da Igreja Nossa Senhora das Dores,  a santinha do Tambor), a culinária, a produção de cachaça por três alambiques, serras e morros com belas vistas e um clima ameno devido sua altitude são ingredientes favoráveis ao local que diante disso procura estar pronto para lançar-se ao mercado como uma excelente opção de passeio, pois este é o objetivo da CODET (Comissão de Desenvolvimento de Taruaçu) em parceria com o Poder Público e Privado, além é claro dos moradores. 

“O curso de turismo rural capacita pessoas para trabalhar de forma correta e atender de uma maneira simples, porém técnica para cada situação turística. Esse é o objetivo do curso, mesmo sendo curto com 4 ou 5 dias de duração, mas deixa-los cientes de suas capacidades e responsabilidades com a natureza e a tradição do lugar que ao meu ver, é incrível, lindo”, explicou a palestrante do SENAR Gal Bernardo. 

Por Márcio Sabones

Nenhum comentário:

Postar um comentário