Drift Trike em SJN


Serra de Taruaçu tem sido local de rolés aos domingos

Os pilotos de Drift Trike de São João Nepomuceno têm encontro marcado todos os domingos, a partir das 9h30 da manhã, no distrito de Taruaçu para o que eles chamam de “rolé” com os trikes, um veículo que consiste em frente e quadro de bicicleta BMX aro 20 adaptado e rodas traseiras de kart envolvidas em cano de PVC, para tirar a aderência do asfalto e fazer as manobras.

Uma espécie de triciclo com peças de bicicleta e rodas de kart preparados para descer ladeiras com velocidade e executar diversas manobras. O esporte vem ganhando adeptos em todo o mundo e a moda chegou a “cidade garbosa” que já tem uma equipe de nome “Trikedrift SJN” com nove componentes: Bruno Benetti, Henrique Frederico “Spif”, Israel Santos Dias, Fabiano de Castro, Edgar Lourenço, Yuri Xavier, Bruno Henriques Valente, Lucas Felipe e Luiz Felipe Varoto. Em conversa com um dos fundadores da equipe, Henrique Frederico “Spif” conta como surgiu a vontade de praticar o esporte.

“ No começo do ano passado (2016) fui apresentado ao Drift Trike pelo meu amigo Davi “Pajé”, através de vídeos no YouTube. Daí assisti manobras e maneiras de montar o trike através de quadro de bicicleta tipo BMX. Davi já até possuía um quadro preparado, e só faltavam as rodas traseiras. Eu me adiantei em arrumar as rodas e colocar o trike dele para funcionar”, explicou. 
Há alguns meses surgiu a equipe são-joanense do esporte
Henrique e Davi tinham em comum, a amizade com Bruno Benetti que também foi apresentado ao esporte. “Junto ao Bruno percebemos que precisávamos de um quadro de bicicleta ainda melhor para o trike que queríamos montar. Daí procuramos outro amigo, o Ramon que tinha o equipamento que estávamos precisando e assim em conjunto surgiu o primeiro trike. Então, dia 1° de setembro de 2016, Bruno e eu fizemos nosso primeiro rolé, na rampa da saída para Descoberto. Testado e aprovado. Na outra semana ficou pronto o meu trike e continuamos andando por lá, até que veio o primeiro desafio. Descer a serra de Taruaçu. Isso foi em 20 de outubro, e descemos duas vezes. Aquela mistura de medo com adrenalina, foi demais e indescritível!”, lembrou “Spif”.

Henrique lembrou que nessa aventura, a chegada do terceiro componente da equipe, Luciano Pereira que havia acompanhado a dupla para filmagens e que dali providenciou o seu trike para começar a andar. Seguindo os rolés, o trio passou a percorrer também no Anel Rodoviário. Desta, muitos curiosos apareceram para assistirem e destes, a adesão do Fabiano de Castro “Sapão”. Desde então, os passeios (rolés) começaram a ser divulgados e filmados e assim recebendo outros componentes para a TrikeDrift SJN, além do resgate de Alex Xavier que está de prontidão com a turma, acompanhando em um carro de apoio, sendo ele que guincha os trikes nas subidas de morros através de uma fita com várias pontas. 

Por Márcio Sabones
Fotos: Equipe TrikeDrift de SJN 





 

Comentários