Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

terça-feira, 20 de junho de 2017

Núcleo amarga vice-campeonato da Copa TV Alterosa

Equipes entrando em campo para a decisão (Foto: Márcio Sabones)
Cerca de mil torcedores acompanharam a decisão da Copa TV Alterosa de Futebol Amador da Zona da Mata no último domingo (18), no estádio Heleno de Freitas (campo do Mangueira FC), entre Núcleo Esportivo SJN 2×3 Minas de Lima Duarte. 

Minas E.C. de Lima Duarte - campeão da Copa TV Alterosa 2017 (Foto: Divulgação organozação)

A competição tem a organização da Associação dos Árbitros de Juiz de Fora e Região com a emissora TV Alterosa JF. As duas excelentes equipes chegaram a final com as seguintes campanhas: Núcleo (o melhor time da fase de classificação, o 1º lugar do Grupo 3) com 12 jogos; 7 vitórias, 4 empates e 1 derrota. Minas (o melhor 3º colocado do Grupo 1) com 12 jogos, 5 vitórias; 5 empates e 2 derrotas. 

Diante dos números, o Núcleo seria o provável favorito na decisão, algo que todo entendedor de futebol sabe que isso não existe nesse esporte tão envolvente e emocionante. No jogo, o time da casa (Núcleo) teve o domínio e iniciativa no 1º tempo. 

Em campo com 4,3,3 e com Ramon, Emerson e Michel Robô no ataque, os são-joanenses sufocaram os visitantes que se seguravam com as boas defesas do goleiro Dudu e os erros de finalizações dos são-joanenses dentro da área. Apenas aos 43 minutos, depois de uma excelente jogada pelo lateral esquerdo Marcos “Farofa” que levou a bola desde o meio campo, até a ponta esquerda com velocidade e habilidade para passar de defensores e cruzar na área, a bola que encontrou a cabeça do camisa 9, Ramon, artilheiro da competição, 1×0 Núcleo e explosão da torcida. 

Tudo caminhava para o título. Para o segundo tempo, o Minas mudou a postura defensiva do 4,5,1 da etapa inicial e no 4,4,2 ficou mais agressivo no ataque, equilibrando a partida e explorando jogadas no campo de ataque e conseguindo faltas para cobranças. 

Assim, o Minas chegou ao empate, uma falta cobrada da meia direita encontrou a cabeçada do capitão do Minas, Júnior “Negão”, aos 7 minutos – 1×1. Aos 18 minutos da etapa complementar, o lance que pode ter mudado a decisão. Numa dividida no meio campo, o atacante do Núcleo Emerson deu um carrinho no jogador do Minas Vaguinho, tomou o segundo cartão amarelo e em sequência, o vermelho. O time são-joanense mostrou-se nervoso e com muitos erros. E numa nova cobrança de falta, aos 30 minutos, o jogador Gustavo Henrique de cabeça virou para os visitantes, 2×1 para o Minas. 

Com um jogador a menos em campo e tendo que buscar o gol de empate para no mínimo levar a decisão para os pênaltis, o Núcleo fez substituições tirando volantes e colocando meio-campo e atacante, com isso desguarneceu o sistema defensivo e num contra-ataque do Minas, o camisa 10 Vaguinho, aos 37 minutos ampliou, 3×1. 

No desespero e com nervosismo, o jogo seguiu e aos 49 minutos, o Núcleo descontou num lançamento na área e o gol contra de Gustavo Henrique que de cabeça jogou contra o patrimônio, 3×2, Minas campeão. 

O capitão Júnior "Negão" recebe troféu de campeão do Prefeito de SJN, Ernandes José da Silva (Foto: Eduardo Ayupe)
Durante a cerimônia de premiação, troféus de campeão para o Minas de Lima Duarte, vice-campeão para o Núcleo, artilheiro Ramon (Núcleo), goleiro menos vazado Dudu (Minas), melhor jogador da Copa, Diego “Papito” (Núcleo).


Alegria para os visitantes, vice-campeões da Copa TV Alterosa em 2015 e tristeza para o time de Marco Aurélio Ayupe, vice-campeão dessa competição nos últimos dois anos e também vice regional em 2012 (Copa TV Panorama) e em 2013 (regional de Ubá) e no ano passado perdendo para o E.C. Rochedo. A equipe adulta do Núcleo somou quatro vice-campeonatos regionais e segue sem o tão esperado e sonhado título na categoria, o único ainda não conquistado pelo projeto, que desde 2001 vem revelando grandes atletas e cidadãos são-joanenses, com equipes formadas em suas totalidades por “pratas da casa”.

Por Márcio Sabones
Fotos: Márcio Sabones

Nenhum comentário:

Postar um comentário