Blog do Sabones - Expediente

Blog do Sabones - Expediente

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

"Festa de rubro-negros agita a cidade"



No domingo, dia 13, os torcedores do C.R.Flamengo organizaram uma grande festa em nossa cidade. O motivo é a conquista do sexto título brasileiro do time, que aconteceu no domingo passado. Depois de dezessete anos na espera, o “Mengo” levanta o troféu e faz sua torcida se encher de orgulho.

Durante a semana, Rogério (Bete Jóias); Aécio (Batuta) e muitos colaboradores organizaram uma grande festa para comemorar o título de uma maneira nunca vista em São João Nepomuceno. A idéia era arrecadar dinheiro para contratar o “Trio Elétrico” do Som Terremoto. Uma rifa de uma camisa oficial do time, vendida por R$ 10,00 o bilhete, ajudou no montante arrecadado e a “sortuda” foi Tia Alicinha, esposa do Sr Maurílio (Bar).

Foi providenciado um urubu de 4 metros de altura (mascote rubro-negro), puxado por um carro para acompanhar a festa. A organização em contato com o pessoal do Bloco do Urubu da vizinha cidade de Bicas conseguiu o empréstimo. Mas as surpresas não param por aqui: até um “Papai Noel flamenguista” fez parte da festa, aliás, tive a ousadia de chamá-lo de “FlaFlai Noel”(risos). Imagine um domingo de calor (+/- 35ºC), vestindo a roupa de Papai Noel, no meio da multidão e ainda ser colocado por cima da roupa uma camisa de manga longa do Flamengo, pois é, o herói é o Lopa – deve ter perdido uns 5 kilos naquela tarde (risos).

A festa

Milhares de pessoas, homens e mulheres (uma nota: notamos muitas mulheres), de crianças a idosos, concentraram na Praça do Coronel a partir das 17hs para o “Bloco da Vitória”. Às 18:20hs o trio elétrico partiu acompanhado pelos flamenguistas. O trio na frente, as pessoas a pé cantando e dançando atrás, seguido por um grupo de motociclistas e depois carros.

Lembrava um bloco de carnaval. O hino do clube tocava em várias versões, bem como o funk do Pet, o rap do centenário, o samba enredo da GRES Estácio de Sá de 1995 que homenageou o centenário do clube e gritos: “Quer jogar, quer jogar, o Mengão vai te ensinar...” Quem era Flamengo adorou, mas com certeza os anti-flamenguistas devem ter odiado, porque o bloco deu duas voltas no centro da cidade e voltou para a Praça do Coronel, onde rolou festa até às 23hs.

Opinião

Quem me conhece pessoalmente sabe do meu amor pelo Flamengo. Lembro da minha infância, onde assistia o “Galinho Zico” e toda sua troop vencendo vários títulos. Tentei ser imparcial no texto, tenho a função, como estudante de jornalismo de passar somente a verdade e acreditem se quizer, foi o que fiz. (risos)

Eu nunca assisti uma comemoração de um título de futebol como a que presenciei no domingo, nem em Copa do Mundo. A antiga sede de nosso carnaval ficou vermelha e preta, fez lembrar das antigas folias que passamos por lá. Parabéns a grande nação rubro-negra pelo título e a beleza de uma festa bem organizada.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

“MOTIVAÇÃO PARA EMPREENDER E ENCANTAR CLIENTES”


Na noite de segunda-feira, dia 7 de dezembro, o salão de festas do Botafogo Futebol Clube de São João Nepomuceno, recebeu o palestrante Willian Caldas da cidade de Belo Horizonte. Cerca de 230 pessoas assistiram à palestra: “ Motivação para empreender e encantar clientes” com temas voltado a atendimento, vendas, relacionamento com a empresa e etc.

No primeiro momento, Willian bateu um papo com a platéia, fez sua apresentação pessoal (brief) e em seguida passou um video motivador. Mostrou ser dinâmico, centrado e muito bem humorado. E foi justamente essa mistura de conteúdo com o bom humor que fez a apresentação nota 10.

Com riquezas de detalhes, o palestrante identificava os variados tópicos que podem atrapalhar e ajudar o andamento de uma empresa. O bom relacionamento entre o patrão e o funcionário, um clima positivo dentro da firma, as diferenças entre ser chefe x líder entre outros.

Tirou risos da platéia quando comparava alguns comportamentos de vendedores, cobradores e chefes. Teve a oportunidade de falar de seu livro: “Do porteiro ao Presidente, todo mundo vende, todo mundo atende" que escreveu junto à sua esposa. Confesso que estou curioso em ler tal livro, pois trata da importância de “A a Z” de todos os funcionários de uma empresa – o nome já dá a dica.

Importante:

Bateu a tecla da necessidade e importância de um treinamento para os funcionários e comprovou que pode gerar lucro a empresa. Falou de várias experiências que deram certo em muitas partes do país. Colocou em pauta o valor de um cliente, pois nunca devemos subestimá-los, deveras que deles tiramos nosso sustento. Exemplificou os tratamentos a serem seguidos aplicando dinâmicas com a platéia que participou com entusiasmo.

No momento final apresentou 10 (dez) tópicos nos quais profissionais devem ter cuidado no mercado do trabalho. Fez relação entre pessoa física e jurídica; mostrou que o sucesso, ou melhor, o show depende das duas partes. O segredo é ter concentração e descentralizar a função - passando o conhecimento e aproximação da perfeição.

Comentário:

Foi muito legal assistir aquele homem ser ouvido atentamente por centenas pessoas por quase duas horas. O bom humor e a inteligência de Willian cativaram todos os presentes (tirando elogios e aplausos). Valeu a pena sair de casa na noite de segunda-feira, com garoa e acompanhar tão produtiva palestra. A verdade é: “perdeu aquele que não foi”.

Lembrando:


Aplausos para a Agência de Desenvolvimento de São João Nepomuceno na pessoa de Geraldo Magela Rabello que insistentemente segue lutando para trazer o desenvolvimento para a nossa cidade. O evento foi organizado por essa ONG que desde 2001 presta vários serviços a favor de nossa comunidade com cursos, palestras e etc. O SEBRAE-MG e a UNIPAC-SJN foram parceiros do evento. A verdade é que perdeu aquele que não foi.